Descrição dos Campos Disponibilizados

O CMSRB SE APRESENTA dividido em campos, os quais listamos e descrevemos a seguir.

Código

Apresenta o código de catalogação neste Catálogo. Para tal, foi tomado como referência o incipit litúrgico, paralitúrgico ou poético das obras, segundo uma ordenação alfabética. Ao início, sempre a sigla CMSRB (Catálogo de Música Sacra e Religiosa Brasileira), seguido do número que indica a correlação incipit/ordem. O número seguinte à barra é estritamente seqüencial, não obedecendo a qualquer critério específico.

Ex.: CMSRB-013/003

O surgimento de novos incipits após o estabelecimento da listagem inicial impede a manutenção rigorosa dessa relação ordem alfabética dos incipits / ordem numérica.

Incipit

Neste campo é colocado o incipit do texto litúrgico, paralitúrgico ou poético. No caso de alguns tipos de obra longa, tais como Ofícios, Procissões de Passos, etc., com várias subdivisões, são registrados os incipits das unidades funcionais e/ou seções.

Nome da obra

O título das obras nas publicações costuma figurar em diversos pontos: na capa, na folha de rosto, no sumário, no cabeçalho na primeira página da partitura. O problema é que nem sempre esses diversos títulos coincidem. Optamos, assim, por selecionar o título da obra conforme se encontra no cabeçalho na primeira página da partitura. No caso de ausência do título nesse ponto da publicação será adotado aquele constante no sumário. Esses títulos podem aparecer simplificados nos casos de excesso de informação.

Autor

A atribuição de autoria da obra figura conforme a publicação, não cabendo ao CMSRB discussões sobre atribuições conflitantes. Apenas é mencionado o problema, de alguma forma, no campo Observações. O nome dos autores, entretanto, figura de forma padronizada, sempre com entrada pelo último sobrenome, independente de como estejam nas publicações. É utilizada a categoria Anônimo quando não houver menção de autoria na publicação, ficando a eventual complementação da informação no campo Observações.

Período

Neste campo são lançados os anos de nascimento e morte dos autores, sempre que possível. Esses anos são consignados conforme as pesquisas musicológicas mais recentes, e não necessariamente como possam constar nas publicações.

Seguindo o padrão musicológico, algumas dessas datas são consignadas com pontos de interrogação, quando pairam dúvidas.

Quando não é possível a delimitação dos anos de nascimento e morte, são consignados apenas os séculos em que viveram os autores.

Eventualmente pode ser usado o recurso de floresceu (fl.).

Região

Indica a proveniência geográfica do compositor e/ou seu local de atuação

Destinação

Indica o período do Ano Litúrgico ou a destinação litúrgica, paralitúrgica ou religiosa para o qual a obra publicada foi composta. No caso de destinações múltiplas é utilizada a indicação Diversas.

Unidades

Indica a unidade cerimonial ou unidade funcional para o qual a obra publicada foi composta, segundo a terminologia de Paulo Castagna (2004).

Idioma

Neste campo figura o idioma em que está escrita a obra. O latim predomina, evidentemente, mas encontramos também o português e o italiano.

Formação

Indica a formação vocal e/ou instrumental da obra, conforme apresentada na publicação. Nas partes vocais são explicitadas as partes para coro ou soli, sempre que possível. São utilizados os termos Voz, 1ª. Voz, etc., quando a publicação não explicita o registro vocal específico.

Nas partes instrumentais graves são utilizados os termos Baixo instrumental, quando não há especificação dos instrumentos utilizados, Violoncelo/Contrabaixo, quando esses dois instrumentos compartilham a mesma pauta, Baixo realizado, quando a publicação apresenta o Baixo desta forma. Há, ainda, a utilização de Redução, quando a publicação apresenta uma redução para piano, órgão ou harmônio das partes instrumentais.

Dimensões

Apresenta o número de compassos da obra publicada. Para a contagem do número de compassos não foram consideradAs indicações remissivas de qualquer tipo, mas o número de compassos efetivamente impressos. Assim sendo, poderá haver eventuais discrepâncias de número de compassos entre obras em publicações diferentes.

Coleção

Indica se a publicação é isolada ou se faz parte de um volume ou uma coleção contendo outras obras.

Catalogação original

Indica o registro catalográfico original da publicação, quando existente: ISBN, ISSN, numeração da placa de impressão, etc.

Ano catalogação

Indica o ano da publicação, conforme expresso na própria publicação. São usadas as regras de Bibliografia para registrar as datas imprecisas ou conjecturais:

[2001] – ano certo, não indicado na obra

[1925 ou 1926] – um ano ou outro

[entre 1901 e 1908] – período certo

[1898?] – ano provável

[após 1942] – data mais recuada possível

[198-] – década certa

[189-?] – década provável

[18-] – século certo

[18-?] – século provável

No caso de publicações em periódicos, pode ser explicitado o mês: 1941/Dezembro

Local catalogação

Indica o local onde foi feita a publicação, conforme expresso na própria publicação, explicitando-se os nomes da cidade e do país.

Editor

A pessoa física responsável pelo estabelecimento do texto, conforme registrado na publicação ou conforme dados colhidos em fontes indiretas, como é o caso da coleção Música Sacra Mineira. Este item pode ser coletivo.

Editora

Pessoa jurídica responsável pela publicação: biblioteca, universidade, casa editora, instituição cultural, site, etc.

Meio

A forma como á apresentada a publicação: impresso, digital ou ambos.

Partes

Indica se a publicação inclui as partes instrumentais e/ou vocais para execução.

Justificativa

Indica a motivação ou temática da publicação. Este item pode estar explícito na publicação através de texto introdutório ou, simplesmente, através de seu título ou da coleção em que se insere.

Fontes

Indica se a edição publicada explicita as fontes utilizadas para tal, ou não. Indica também a maneira como as fontes são explicitadas:

Direta, no próprio corpo da publicação / Indireta, quando remete à informação fora do corpo da publicação, como é o caso, por exemplo, na coleção Música Sacra Paulista, onde as edições de obras de André da Silva Gomes se referenciam ao Catálogo Temático de obras desse compositor (Duprat, 1995);

Precisa, quando não pairam dúvidas sobre as fontes efetivamente utilizadas / Imprecisa, quando ao elencar as fontes que transmitem a obra, o editor não deixa claro quais delas foram efetivamente utilizadas.

Tipo de fonte

Podem ser autógrafas e/ou cópias manuscritas, mas, também, uma edição anterior.

Interferências

Indica se o editor explicita ou não suas interferências editoriais, e a maneira como isso é feito:

Aparato crítico - listagem sistemática anexa, contendo as interferências editoriais

Intergração editorial - explicitação das interferências editoriais no próprio corpo do texto musical, através da utilização de asteriscos, colchetes, diversidade de tipos e tamanhos de fonte, etc.

Comentário crítico - comentário genérico do editor sobre suas atitudes com relação às interferências editoriais, mas sem maiores detalhamentos.

Introdução

Indica a existência ou não deste item editorial acessório. Nos casos em exista, procuramos destacar os seguintes itens, mais recorrentes: contexto da obra, biografia do compositor, funcionalidade da obra, abordagem do texto litúrgico, paralitúrgico ou poético (análise, tradução, etc.), análise da obra. Itens outros, que não esses elencados, são lançados genericamente como "Outros itens". São explicitados, também, os idiomas em que tais Introduções são escritas.

Localização

Este item procura orientar o consulente interessado em alguma das publicações. Entretanto, não pretende ser exaustivo, fornecendo apenas um local para cada publicação. É possível que no desenvolvimento da pesquisa seja possível a inclusão de mais itens. Tais locais podem ser bibliotecas, instituições culturais, arquivos, sites onde a publicação é encontrada diretamente ou onde pode ser adquirida.

Referências

Apresenta referências em catálogos de fontes manuscritas ou impressas para as obras que constam neste Catálogo.

Observações

Campo livre com informações diversas sobre as publicações. A principal informação neste campo é a eventual remissão a outras publicações existentes de uma determinada obra, ou parte dela, quando for o caso.


© 2017 Carlos Alberto Figueiredo | Todos os direitos reservados.

www.000webhost.com